10 dicas para evitar manchas | Espaço Saúde Rio

Clínica de Dermatologia e Estética

(21) 2535.9077 | 3874.3134 | Rua Jardim Botânico, 600, sala 403/404, Jardim Botânico

10 dicas para evitar manchas

dicas-melasma

10 dicas para evitar manchas


dicas-melasma
Melasma: 10 dicas para evitar o aparecimento das manchas.

 

Se você já sofre com melasma, tem familiares com o quadro ou simplesmente não quer colocar a beleza da sua pele em risco, o texto de hoje vai te ajudar a evitar o aparecimento dessas temidas manchas. Como já vimos, o melasma é uma hiperpigmentação da pele, decorrente da deposição aumentada de melanina, proteína que garante a coloração da derme.

 

Ele é caracterizado por manchas castanho-claro e/ou marrom escuro com limites bem demarcados e que aparecem com maior frequência no rosto, mas também podem surgir em áreas como colo e braços. Confira 10 dicas para prevenir o aparecimento do melasma.

 

1) Abuse do filtro solar.

 

Talvez essa seja uma das dicas mais importantes e que precisa ser seguida religiosamente! O aparecimento do melasma é diretamente influenciado pela exposição ao calor (mormaço) e ao sol em excesso.

 

Para evitar as manchas, use sempre filtro solar. Faça sol ou chuva! Para maior segurança, opte sempre por produtos com FPS igual ou maior que 50, reaplicando a cada duas horas. Mesmo quem vai ficar em casa deve adotar o hábito diariamente, para se proteger da luz do computador ou até mesmo daquela que entra pela janela.


É muito importante, antes de aplicar o protetor, usar produtos antioxidantes, que além de tratar o melasma, ajudam a combater o envelhecimento precoce da pele. Peça a indicação de produtos com o seu dermatologista!


Você pode se interessar em ler: Controle do melasma.



2) Fique atento aos melhores horários de exposição ao sol.

 

Tão importante quanto usar o protetor, é evitar a exposição solar excessiva, especialmente em horários em que a radiação é mais intensa (das 10h às 16h). O uso de chapéus, óculos escuros, entre outros tipos de barreiras físicas, também ajuda na proteção contra a radiação.

Além disso, é recomendável evitar lugares muito quentes e abafados, como saunas, por exemplo, pois o calor também pode agravar as manchas.

 

alimentacao-cha-verde

 

3) Consuma os melhores alimentos para sua pele.

 

A má alimentação pode estimular o aparecimento de manchas! Um cardápio diário saudável e rico em vitaminas auxilia no combate ao envelhecimento e atua como fotoprotetor natural (especialmente a vitamina A, seus precursores e derivados), protegendo as células da oxidação diária e dos raios ultravioleta.

 

Entre os alimentos de destaque estão o chá verde que, devido aos flavonoides presentes em sua composição, oferece uma ótima ação fotoprotetora. O cacau em pó, rico em polifenóis com função fotoprotetora, e a linhaça e a chia, ambas ricas em ômega 3, também auxiliam na proteção da pele.


4) Faça exames de checagens de hormônio.

 

Os hormônios e a predisposição genética também estão entre os maiores culpados pela produção excessiva de melanina em algumas regiões do rosto, pescoço e colo. Por isso, é comum grávidas e mulheres que fazem uso de anticoncepcional desenvolverem o problema.

 

O uso de anticoncepcionais hormonais deve ser avaliado com critérios para pessoas com melasma, pois pode estimular a formação das manchas, uma vez que essa disfunção está diretamente relacionada à carga hormonal presente no organismo. Um ginecologista pode recomendar versões com menos carga de hormônio, por exemplo.

 

5) Consulte-se regularmente o seu dermatologista.

 

Se você apresenta manchas ou tem predisposição genética para isso, procure um dermatologista. Somente um médico capacitado vai poder diagnosticar o tipo da mancha e indicar o melhor tratamento e forma de prevenção.

 

Como já vimos por aqui, entre as opções de tratamento estão a terapia transepidérmica, os peelings de cristal, as máscaras clareadoras, o peeling de fenol, a luz intensa pulsada e o laser Nd-Yag Q-Switch.

 


Você também pode se interessar em ler:

Conheça 4 tratamentos avançados a laser para melasma

6 tratamentos que combatem o melasma




6) Faça o uso de cremes em casa.

 

O homecare (cuidados em casa) também é muito importante para a prevenção e manutenção do melasma. Uma boa opção é o ácido retinóico e a hidroquinona, que inibem a produção de melanina e controlam a coloração do melasma.

 

Mas, lembre-se, esses cremes só devem ser usados com acompanhamento e indicação do dermatologista.

skincare-manchas-na-pele-pele

 

7) Mantenha sua rotina de skincare regrada.

 

O sucesso na prevenção e no tratamento do melasma vai depender da dedicação do paciente. Por isso, não adianta usar eventualmente os cremes indicados pelo dermatologista. É preciso seguir diariamente a rotina de skincare (cuidados com a pele) para ver os resultados.

 

8) Evite o fumo.

 

A nicotina tem efeito semelhante à exposição solar sem proteção, que destrói as fibras de colágeno e elastina, acelerando o processo de envelhecimento. Outro problema é que o cigarro priva a pele de oxigênio e de vários nutrientes, por isso algumas partes do corpo podem apresentar coloração irregular. Essas manchas escuras podem aparecer por todo o rosto.


9) Leve uma vida com pouco estresse.

 

Além de causar malefícios para a saúde do corpo, o estresse também prejudica a sua pele. A tensão provoca alterações hormonais diversas no corpo e libera algumas substâncias na corrente sanguínea.


Com isso, há uma queda na imunidade e o corpo fica mais vulnerável a infecções e outros problemas. Ansiedade e estresse são fatores desencadeantes para quadros de manchas na pele, tendo relativa piora com a exposição solar.


10) Invista em uma boa maquiagem (com FPS).

 

Uma boa coadjuvante para o filtro solar diário – e uma forma de disfarçar possíveis manchas já existentes – a maquiagem com FPS pode ajudar na prevenção do melasma. Opte por bases e pós com FPS ou em filtro solares tonalizados.

manchas-na-pele-protecao-do-sol

 

Conclusão


Algumas atitudes diárias podem evitar o surgimento e/ou agravamento do melasma. O filtro solar (com FPS igual ou maior que 50) é produto indispensável em qualquer clima. Evite se expor ao sol em horários de maior incidência, buscando sempre usar barreiras físicas (chapéu, guarda-sol).

 

Consulte-se com um dermatologista para adquirir mais informações de como prevenir o melasma e tratar possíveis manchas já existentes. Siga regularmente a rotina de skincare indicada pelo seu médico.


Para agendar uma consulta com a especialista, clique aqui


 


Informações do Autor

Monica Linhares

Dra. Mônica Linhares – Médica Dermatologista
Diretora Técnica da Clínica Espaço Saúde Rio.

Saiba mais em: http://espacosauderio.com.br/clinica/

Sem comentários

Publicar comentário

/* */