Como se proteger no verão e reduzir o risco de câncer de pele | Espaço Saúde Rio

Clínica de Dermatologia e Estética

(21) 2535.9077 | 3874.3134 | Rua Jardim Botânico, 600, sala 403/404, Jardim Botânico

Como se proteger no verão e reduzir o risco de câncer de pele

Como-se-proteger-no-verão-e-reduzir-o-risco-de-câncer-de-pele

Como se proteger no verão e reduzir o risco de câncer de pele


Como-se-proteger-no-verão-e-reduzir-o-risco-de-câncer-de-pele

Usar protetor solar todo dia é um dos passos mais importantes para você poder proteger a sua pele dos efeitos nocivos do sol.

 

Sempre  selecione filtros solares que fornecem amplo espectro (isto é, ampla proteção), que significa uma proteção contra os raios U.V. (A),   U.V. (B) e Infravermelho.

 

A ANVISA (Agência que regula os produtos no Brasil) tem padronizado a definição de proteção “amplo espectro” e reconheceu a sua importância.

 

Para ter melhor proteção, os consumidores devem escolher protetores solares que dizem amplo espectro no rótulo e  FPS (fator de proteção solar) de pelo menos 30.

 

Quanto maior o FPS, maior será a proteção UV e com tecnologias de estabilização que permitem agora aos muitos filtros solares manter a eficácia da exposição de luz solar, e em relação a como os produtos devem ser usados, isso é indicado no rótulo das embalagens para garantir a proteção do sol.

 

Para saber mais sobre como examinar sua pele gratuitamente para prevenção de câncer na sua região visite: programa nacional de combate ao câncer de pele

 

A cada temporada, você sabe que tomar muito sol não é bom, e provavelmente mesmo que já use um protetor solar na praia, descansando à beira da piscina, ou apenas andando em um dia de verão, também ficará exposto aos raios ultravioleta e também vai se surpreender ao saber que algumas rotinas comuns podem adicionar até 20 horas de exposição aos raios UV por semana, incluindo:

 

  • Caminhada rápida para o seu carro em um dia nublado;
  • Trabalhando perto de uma janela;
  • Dirigindo para a escola ou o trabalho na parte da manhã
  • Sentado sob uma árvore no parque.

 

Saiba a quantidade correta para usar!

 

Se você se cuida meus parabéns, você já usa medidas para manter a sua saúde, mas você está usando seu protetor solar corretamente?

 

Vários estudos revelaram que a maioria das pessoas tem aplicado apenas 25% a 50% da quantidade recomendada de do creme protetor.

 

Uma camada grossa de creme protetor é considerada a quantidade necessária para cobrir adequadamente as áreas expostas em uma média de um corpo adulto. Para spray deve ser aplicada lentamente e uniformemente até que o produto fique “brilhante” sobre a pele.

 

A Proteção deve ser feita de 2 a 4 segundos de pulverização contínua por membro, e de 5 a 8 segundos para o tronco e costas, se for um protetor solar creme, aplicar 3 a 4 passadas para trás e para frente por área. Tenha em mente que a utilização de uma camada muito fina de proteção solar pode resultar em um FPS mais baixo do que o rótulo indica.

Qual quantidade  é indicada?

A porção de protetor solar é do tamanho de bola de golfe.

Antes de comprar: Entenda as classificações de proteção solar

Considerando que existem dois tipos de raios UV (ultravioleta), o UVA e UVB, e ambos podem prejudicar a sua pele.

tipos de raios ultravioleta

Raios U.V. (A)

 

  • Podem passar através do vidro da janela e penetrar profundamente nas camadas da pele.
  • Contribui para os sinais prematuros de envelhecimento, incluindo linhas finas e rugas.
  • Podem desempenhar um papel na formação de câncer da pele com a exposição frequente ou intensa.

Raios U.V. (B) 

 

  • É a principal causa de queimaduras solares.
  • Penetra na camada exterior, causando dano às células da pele.
  • Pode desempenhar um papel na formação de câncer de pele com exposição frequente ou intensa.

 

Aplicando um protetor solar com FPS 15, por exemplo, significa que vai demorar 15 vezes mais tempo para a sua pele começar a queimar, do que seriam sem protetor solar, entretanto protetores solares não devem ser usados para aumentar o tempo que você gasta em luz solar intensa.

 

As medidas FPS de proteção contra queimaduras solares são causadas principalmente por raios UVB, mas não exatamente medem o quão bom um protetor solar protege contra o envelhecimento da pele e outros efeitos causados principalmente por raios UVA.

 

Para a melhor proteção, procure essas informações abaixo nos rótulos dos protetores solares:

 

  • Amplo espectro: Isto significa que o filtro solar oferece proteção contra os raios UVA e UVB.
  • Resistente à água: Especifica quanto tempo o protetor solar aplicado vai durar, durante a natação ou transpiração (40 ou 80 minutos, com base em testes).
  • Foto estável: Este descreve a proteção UV que não vai queimar quando exposto aos raiosUV, protetores solares que incluem Helioplexa e Purescreen  são tecnologias que fornecem proteção longa e duradoura.

 

Fique atento a sinais de danos causados pelo sol!

 

Os sinais da pele danificada pelo sol nem sempre são óbvios, entretanto, os efeitos aos danos do sol na pele acumulam e podem piorar ao longo do tempo.

 

Isto significa que os sinais acusados por  danos do sol vão ser mais propensos a aparecer à medida que envelhecemos. Fique de olho em áreas que apresentam sinais de danos causados pelo sol, porque os cânceres de pele podem ser mais propensos a aparecer lá.

 

Construímos um e-book para que te ajude a realizar um autoexame de pele, nesse e-book você vai saber: quais sãos os itens que precisa ter em mãos para começar, todos eles você já pode ter na sua casa, e como você deve fazer, assim sabendo com o que ficar atenta você pode prevenir o câncer de pele, clique no banner abaixo para ter acesso.

 

como-se-proteger-no-verao-e-reduzir-o-risco-de-cancer-de-pele-banner

 


Informações do Autor

Monica Linhares

Sem comentários

Publicar comentário