Confira 7 Dicas Para diminuir a Gordura Abdominal | Espaço Saúde Rio

Clínica de Dermatologia e Estética

(21) 2535.9077 | 3874.3134 | Rua Jardim Botânico, 600, sala 403/404, Jardim Botânico

Confira 7 Dicas Para diminuir a Gordura Abdominal

Confira 7 Dicas Para diminuir a Gordura Abdominal


Quem acompanha o blog da clínica Espaço Saúde Rio já pôde conhecer os tratamentos oferecidos para eliminar as gordurinhas abdominais. Focado nos cuidados para o Dia dos Pais, o artigo de hoje vai dar mais dicas de como reduzir medidas. “Como já vimos, os homens são os que mais sofrem com o acúmulo de gordura abdominal. Isso porque o hormônio masculino (testosterona) promove um armazenamento de células adiposas muito maior nesta área”, destaca a dermatologista Monica Linhares. Saiba como, junto aos tratamentos estéticos, combater as temidas gordurinhas.

1) Hidrate-se

A água é uma ótima aliada no processo de redução de medidas.  “A ingestão de água é muito importante porque promove a quebra da gordura no organismo, um processo chamado hidrólise”, explica a especialista. É recomendado o consumo de 2 litros de água por dia. Outra boa opção para hidratação são chás diuréticos, que ajudam a eliminar as toxinas e diminuir o inchaço. Um exemplo é o chá verde, que possui catequinas, uma substância com ação antioxidante que acelera o metabolismo e ajuda a secar a barriga.

2) Faça exercícios

Uma vida sedentária é um dos principais inimigos de um corpo saudável. “Um dos segredos para queimar gordura é apostar em exercícios como a corrida, que estimula o gasto da gordura acumulada”, salienta Dra. Monica. Para melhorar a aparência da região abdominal, invista também em abdominais e na posição da prancha abdominal (com o corpo reto, de barriga para baixo, com antebraços, cotovelos e ponta dos pés apoiados no chão). “Conserve com o seu treinador e monte uma série focada nesta região”, indica.

3) Regule a alimentação

Outro ponto fundamental para a saúde – e, consequentemente, para o emagrecimento – é a alimentação saudável. Para reduzir as medidas abdominais, evite consumir alimentos industrializados, ricos em calorias, açúcar, sódio e substâncias artificias. “Junto ao seu nutricionista, monte um plano alimentar regrado, priorizando frutas, legumes, verduras e cereais”, recomenda a dermatologista. Outra dica é fazer pequenos lanchinhos saudáveis entre as refeições, comendo de 3 em 3 horas. Isso vai aumentar o metabolismo e promover um gasto maior de energia.

4) Cuide da saúde do intestino

Manter o intestino funcionando regularmente evita a prisão de ventre, uma das causas do inchaço do abdome . Invista em alimentos ricos em fibras, como sementes de sésamo, linhaça e chia, adicionando uma colher (de sopa) em cada refeição. Outros aliados são os probióticos, alimentos que nutrem as bactérias boas do intestino e garantem um melhor funcionamento da flora intestinal. Eles podem ser encontrados em iogurtes naturais e leites fermentados.

5) Invista na drenagem linfática

O sistema linfático é uma rede complexa de vasos que movem fluidos pelo corpo. A drenagem é uma técnica de massagem corporal que faz com que esse sistema funcione de forma mais rápida. “Por ativar a circulação sanguínea, ela estimula uma maior oxigenação dos tecidos do corpo, o que melhora a aparência da celulite e da gordura localizada. Além disso, ajuda a eliminar toxinas do corpo e acabar com o inchaço, promovendo a redução de medidas”, salienta Dra. Monica.

Converse com a especialista e agende uma consulta clicando aqui.

6) Aposte em cremes redutores de medidas

Os cremes redutores de medidas servem como um complemento para os exercícios, a dieta e os tratamentos estéticos. “Eles são um aliado, não uma solução por si só. Esses produtos ativam o metabolismo da área, melhorando a circulação sanguínea e a oxigenação celular. Isso faz com que as células funcionem da melhor maneira possível, evitando o acúmulo de gorduras”, aponta a especialista. Porém, é importante destacar que esses cremes não conseguem penetrar na célula de gordura, ou seja, eles não são capazes de provocar uma quebra/perda da gordura.

7) Evite o estresse

Sim, o estresse e a ansiedade podem estar te fazendo engordar! “A tensão contínua faz o organismo liberar mais adrenalina e cortisona, dois hormônios responsáveis pelo ganho de peso”, diz.  Além disso, a cortisona desregula o controle do apetite e acelera a multiplicação das células de gordura. Também é importante lembrar que o estresse estimula a compulsão alimentar, principalmente por doces. Quando estamos nervosos, carecemos da produção de serotonina, um neurotransmissor que causa a sensação de bem-estar. “No cérebro, a serotonina se manifesta após o consumo de doces como chocolate”, explica Dra. Monica.

Veja mais sobre nossos tratamentos corporais.

Conclusão

Somado aos tratamentos estéticos, alguns pontos são importantes para a redução de gordura abdominal. A ingestão de líquido é responsável pela liberação de toxinas, enquanto os exercícios físicos são encarregados da queima de calorias. Alimentos como frutas, legumes, verduras e cereais são indispensáveis para diminuir o gasto calórico diário e promover uma melhor nutrição do corpo. Alimentos ricos em fibras e os probióticos ajudam no funcionamento do intestino, o que reduz o inchaço. A drenagem linfática, que estimula uma maior oxigenação dos tecidos, também é uma das opções para quem deseja diminuir o inchaço da região abdominal. Quando o assunto é o combate às gordurinhas, cremes redutores de medida, que melhoram o funcionamento das células, servem de coadjuvante dos tratamentos estéticos. Outro ponto fundamental é evitar o estresse, que estimula hormônios que favorecem o ganho de peso, além de aumentar a compulsão alimentar.

Salvar


Informações do Autor

Monica Linhares

Sem comentários

Publicar comentário