Bananinha de bumbum: saiba mais sobre esse tipo de gordura localizada | Espaço Saúde Rio

Clínica de Dermatologia e Estética

(21) 2535.9077 | 3874.3134 | Rua Jardim Botânico, 600, sala 403/404, Jardim Botânico

Bananinha de bumbum: saiba mais sobre esse tipo de gordura localizada

Bananinha de bumbum: saiba mais sobre esse tipo de gordura localizada


Por Dra. Monica Linhares

 

 

Você já ouviu falar de banana fold/roll ou bananinha? Problema estético que incomoda diversas mulheres – incluindo as mais magras -, a bananinha se caracteriza por um depósito de gordura localizada logo abaixo do bumbum. O tamanho pode diferir de acordo com a estrutura corporal da pessoa, assim como variar o volume de uma nádega para outra. Também existe a diferença na composição da bananinha, podendo ter predominância maior de pele/tecido subcutâneo ou de gordura. Essa gordurinha é muito difícil de ser eliminada somente com exercícios físicos e dieta, mas diversos tratamentos estéticos podem ajudar. Confira abaixo algumas das principais dúvidas sobre a bananinha de bumbum.

 

Por que ela é formada?

Ela é causada pelo excesso de flacidez na região, que ocorre quando há perda de colágeno, fazendo com que o músculo e/ou a pele percam a tonicidade natural. Entre as causas estão má circulação, celulite e acúmulo de gordura localizada.

 

O que são as gorduras localizadas?

Assim como na bananinha de bumbum, a gordura localizada se forma em lugares específicos do corpo, como quadril, flancos, barriga e costas.

Ela é causada, principalmente, por má alimentação, problemas hormonais e sedentarismo. Isso porque o organismo armazena gordura para os momentos em que necessita, causando esse acúmulo excessivo. A distribuição da gordura é determinada pelo gênero, idade, exercício e predisposição genética. Nas mulheres, a maior parte da gordura é depositada em torno dos quadris, coxas e nádegas, enquanto os homens tendem a acumular ao redor do abdome.

Uma medição por ultrassom da espessura do tecido adiposo subcutâneo vai ajudar no diagnóstico do acúmulo anormal de gordura. É um teste que mede o tecido adiposo em milímetros. Ele é usado nos casos em que uma parte do corpo vai ser submetida a um tratamento de lipólise (quebra de gordura), com objetivo de medir os resultados do tratamento.

 

Todas as mulheres podem apresentar a bananinha?

Sim, independente do peso, a bananinha do bumbum pode aparecer em diversos tipos de corpo. Essa é, inclusive, uma característica da gordura localizada, que pode incomodar até mulheres magras.

Existem quatro categorias básicas de formatos de corpo com gordura localiza, elas dependem das áreas onde o acúmulo de tecido adiposo aparece:

Tipo Maçã: A gordura tende a acumular em torno do abdome e estômago. O tronco é redondo e mais largo, enquanto os pés são magros e as nádegas planas.

Tipo Pera: A gordura fica depositada nos quadris, nádegas e coxas. O tronco geralmente é fino. É o tipo de corpo feminino mais comum no Brasil e, geralmente, a perda de gordura dessas áreas é bastante difícil.

Tipo Ampulheta: A gordura indesejada fica acumulada nos seios e nas nádegas. Como resultado, os ombros e quadris são especialmente proeminentes e a cintura muito pequena.

Tipo Retangular: O corpo apresenta um formato único, sem curvas e sem cintura. As pernas finas e o bumbum plano também são características desse tipo de corpo.

 

Exercícios de glúteos ajudam a eliminar a bananinha?

Ajudam a melhorar o tônus da região, mas, em muitos casos, não eliminam a gordurinha. A conciliação de treinos de força com modalidades que reduzem a porcentagem de gordura total do corpo é o mais indicado para ajudar a eliminar esse incômodo. A pessoa pode, por exemplo, praticar muay thai ou treino de alta intensidade alguns dias da semana e, nos outros, focar em exercícios que fortalecem a região da perna, como agachamentos. Mas as atividades são só coadjuvantes, a eliminação total da bananinha do bumbum pode ser feita por meio de uma variedade de tratamentos estéticos.

 

Conclusão

A banana fold/roll ou bananinha é um tipo de gordura localizada logo abaixo do bumbum. Dificilmente é eliminada apenas com dieta e exercício físico. A bananinha de bumbum é causada pelo excesso de flacidez na região, que ocorre quando há perda de colágeno, fazendo com que o músculo e/ou a pele percam a tonicidade natural. Entre as causas estão má circulação, celulite e acúmulo de gordura localizada. O acúmulo de gordura é causado, principalmente, por má alimentação, problemas hormonais e sedentarismo. E, independente do peso e do formato do corpo, essa gordura localizada pode acometer diversas mulheres. Exercícios ajudam a melhorar o tônus da área, mas não são a solução. Tratamentos estéticos auxiliam na eliminação total da bananinha de bumbum.


Informações do Autor

hnadmin

Sem comentários

Publicar comentário

/* */