10 coisas que ninguém nunca fala sobre a sua pele | Espaço Saúde Rio

Clínica de Dermatologia e Estética

(21) 2535.9077 | 3874.3134 | Rua Jardim Botânico, 600, sala 403/404, Jardim Botânico

10 coisas que ninguém nunca fala sobre a sua pele

10 coisas que ninguém nunca fala sobre a sua pele


 

A pele é o maior órgão do nosso corpo e, por isso, torna-se uma grande parte do nosso peso corporal. Ao cuidar dela, refletimos o estado do corpo por dentro e por fora. Para garantir mais saúde a sua pele, confira abaixo 10 fatos curiosos sobre o órgão.

1 – A pele é praticamente à prova de água. Ao nadar na piscina e no mar, nada vai penetrar ou sair da pele. “Cada célula superficial é cercada por impermeabilização de gorduras, como o colesterol, ácidos graxos e ceramidas, que tornam a pele uma grande barreira de água”, explica a dermatologista Dra. Monica Linhares. Sem essa capacidade para minimizar a perda de água, que evapora para o meio ambiente, a pele poderia murchar como uma ameixa seca.

2 – Há mais de mil espécies de bactérias que crescem sobre a pele. “E quase 20 espécies de fungos que crescem entre nossos dedos do pé”, completa a especialista.

3 – Os hidratantes não são o fator mais importante dos cuidados da pele. “O caminho certo para restaurar a umidade da pele é reparar a barreira epidérmica e não usar esfoliante todos os dias, já que esse tipo de produto pode agredir muito a pele. Por exemplo, crianças geralmente não precisam de um hidratante porque a sua barreira está intacta”, diz Dra. Monica.

4 – As células de gordura podem ser destruídas, mas certo número de células de gordura é essencial para manter a saúde da pele. “Uma vez que essas células são removidas ou mortas (como, por exemplo, na lipoaspiração, em tratamentos de congelamento ou radiofrequência), elas não vão voltar a crescer nestas áreas. Porém, isso não impede o crescimento das células de gordura em outras partes do seu corpo, que podem aumentar ainda mais com o ganho de peso”, conta a dermatologista.

5 – Escovação da pele é um ótimo aliado. “Além de revigorante, essa escovação ajuda a esfoliar a pele, estimular a circulação, reduzir a celulite e também evitar os pelos encravados”, afirma.

6 – A acne pode continuar na idade adulta. “Acne é a doença de pele mais comum nos Estados Unidos, afetando cerca de 50 milhões de americanos. E, sim, ela pode progredir até a idade adulta”, orienta.  Apesar desse fato, muitas mulheres têm vergonha de falar com seu dermatologista sobre o assunto, já que é percebido como um problema de adolescente. A acne é uma doença crônica e, por isso, é importante ter a orientação de um dermatologista, que vai encontrar as opções de tratamentos adequados para cada tipo de pele.  “Uma dica extra que eu indico para os pacientes com acne adulta é o tratamento com ativos como ácido azelaico e sulfacetamida, que tratam tanto os quadros inflamatórios como a acne não-inflamatória”, explica.

7 – O tom da pele determina qual cor de unha é a mais adequada.  “Por exemplo, em peles mais rosadas, os tons azul, vermelho e lavanda ficam mais destacados. Pele amareladas devem apostar no coral, rosa e pêssego”, comenta a dermatologista.

8 – Colher fria para diminuir o inchaço é mito! “A baixa temperatura pode quebrar capilares minúsculos localizados nos tecidos da área dos olhos, gerando varizes. Para reduzir o inchaço, opte por cremes de efeito instantâneos para região dos olhos”, salienta Dra. Monica.

9 – Evite fazer depilação durante o período menstrual. Durante este período, a pele fica mais macia e sensível. “Prefira, então, de 3 a 4 dias após o término do período menstrual para fazer depilação a laser ou limpeza de pele. Após o ciclo, a tolerância à dor é maior”, ressalta.

10 – Reduza o sal. “Diminuir o consumo de sal, especialmente à noite, vai fazer a diferença no inchaço da pele e na aparência geral do corpo. Procure substituir o sal por ervas frescas para tempero”, conclui a especialista.


Informações do Autor

Monica Linhares

Sem comentários

Publicar comentário